Paz seja convosco! Hoje é .

Cálice – Face de boi


III) FACE DE BOI
– Jesus assumiu a face de boi. Este é animal forte, manso, útil, serviçal e obediente. O boi aceita, toma, suporta e leva as cargas leves ou pesadas, sem se queixar jamais. De igual modo espiritualmente, Jesus assume a face de boi, para, como MÉDICO E LIBERTADOR, tomar, aceitar, suportar, ajudar e levar, sobre si mesmo, as cargas dos filhos de Deus. Na cruz Ele levou sobre si, não apenas o mais pesado, que eram nossos pecados, mas também nossas enfermidades e dores, para que não tenhamos necessidade de levá-las (Isaias 53:4; I Pedro 2:24). E ainda hoje, e sempre, Ele tira de nós e leva sobre si as mesmas cargas. Podemos lançar sobre Ele nossas cargas, porque Ele é e será o grande, bendito e poderoso médico e libertador que viera para curar, e de fato cura cumprindo sua missão (Lucas 4:18,19: Mateus 11:4-6). Jesus, curou e cura males do corpo, da mente e do espírito. Direta e indiretamente, isto é, pessoalmente ou por meio de seus discípulos e igrejas. Continuará curando enquanto houver enfermos, porque suas curas são necessárias e indispensáveis (Mateus 12:11,12; Lucas 13:15,16) necessárias para edificação da fé genuína e integral (João 4:48) e para comprovação e confirmação da mesma fé (Marcos 16:17,18). Jesus dissera que quando fazia qualquer cousa, fazia só e sempre a vontade de Deus. (João 4:34; 8:39). Ora, uma das cousas que fazia sempre, dedicadamente, era curar. Sendo assim, cremos e afirmamos que é da vontade de Jesus curar, como o próprio Jesus afirmou ao leproso em Mateus 8:2,3. E esse poderoso Jesus, cheio de amor, que tem face de boi e leva as nossas cargas, é imutável em seus propósitos, poder, amor, programa, obras e promessas(Hebreus 13:8).Jesus Cristo como médico é tipificado no “ROSTO DE BOI”. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina:

A – O “Rosto de Boi” Jesus Cristo, o Médico
B – Evangelho Marcos
C – Como apresenta Jesus Como o “Servo”
D – Símbolo da Cura Divina O Cálice
E – Cor simbólica na bandeira Azul-clara

COMENTÁRIO

A – O terceiro rosto que Ezequiel viu foi o “ROSTO DE BOI”, apresentando “Jesus Cristo como nosso Grande Médico”. Como pode o boi ser comparado a Jesus? Analisando este ponto, a fundadora de nossa obra concluiu que a semelhança está nas características do boi, o mais belo símbolo de suportador-de-cargas. Em Deut 14:4 é o primeiro citado na relação dos animais limpos. É manso, obediente e fiel até a morte. Isto foi precisamente o que Jesus mostrou através de toda Sua Vida (Mat 11:29), e finalmente no Calvário (Fil 2:7-8), levando sobre Si, com grande sofrimento, o peso de nossos pecados, vergonha e doenças. ” Seu parecer estava desfigurado, mais do que o de outro qualquer…..” (Isa 52:14) ao morrer, tornou-se vencedor sobre o pecado, enfermidade, morte e inferno, pois, “Tragada foi a morte na vitória” (I Cor 15:54b).

Vejamos algumas evidências da Cura Divina através das Escrituras

01 – Deus fez um pacto com o povo de Israel quando saiu do Egito: “Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e obrares o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito: porque EU SOU O SENHOR QUE TE SARA (Jeová Rafah)” (Ex 15:26).

02 – Jesus foi apontado pelo profeta Isaías como aquele que levou as nossas doenças. “Verdadeiramente Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidade; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, PELAS SUAS PISADURAS FOMOS SARADOS” (Isa 53:4-5)

03 – A profecia citada acima cumpriu-se no início do ministério de Jesus, segundo nos relata Mateus. “E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoniados, e Ele com a Sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos, para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaias, que diz: Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças” (Mat 8:16-17)

04 – Eis as preciosas palavras do Salmista Davi, referindo-se a Jesus: “É Ele que perdoa todas as tuas iniqüidade, e sara todas as tuas enfermidades”. (Sl 103:3)

05 – Mateus 9:35 apresenta Jesus em Seu ministério tríplice: “E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ENSINANDO nas sinagogas deles, e PREGANDO O EVANGELHO do reino, e CURANDO TODAS A ENFERMIDA entre o povo”.

06 – Jesus deu aos Seus discípulos poder sobre espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal. (Mat 10:1).

07 – Após a ascenção de Jesus Cristo “Muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo PELAS MÃOS DOS APÓSTOLOS…. e até das cidades circunvizinhas concorria muita gente a Jerusalém, conduzindo enfermos e atormentados de espíritos imundos, os quais TODOS ERAM CURADOS” (Atos 5:12,16)

08 – “JESUS CRISTO TE DÁ SAÚDE”, disse Pedro a Enéias, paralítico havia oito anos. (Atos 9:33-34).

09 – Entre os nove dons dados aos crentes pelo Espírito Santo estão os “DONS DE CURAR” (I Cor 12:8-11)

10 – Pedro, na sua epístola, registra o duplo benefício do sacrifício de Cristo no Calvário: SALVAÇÃO E CURA DIVINA. “Levando Ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e PELAS SUAS FERIDAS FOSTES SARADOS” (I Pe 2:24)

11 – Eis o pacto de CURA DIVINA no Novo Testamento: “Esta alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da Igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome de Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados” (Tiago 5:14-15).

JESUS NOS MOSTRA COMO TOMAR POSSE DA CURA DIVINA:

“Pedi, e dar-se-vos-á….. porque, aquele que pede, recebe……” (Mat 7:7-8)
“Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei” (João 14:14)
“Se vós estiverdes em Mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito” (João 15:7)
“Tudo é possível ao que crê” (Mar 9:23)
“Crede que o recebereis, e tê-lo-eis” (Mar 11:24)
O mesmo Jesus que curou durante o Seu ministério terreno e nos dias dos apóstolos, cura hoje porque Ele é “O mesmo ontem, hoje e para sempre” (Heb 13:8)

B – O Evangelho de Marcos, apresenta Jesus Cristo, o “GRANDE MÉDICO”, que levou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si…..” (Isa 53:4) Esta profecia cumpriu-se no início do ministério de Jesus na terra. (Mat 8:16-17).

C – Marcos apresenta Jesus, o Grande Médico, como “SERVO”. “Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir” (Mar 10:45). Este Evangelho foi escrito para os romanos, um povo militar que possuía um certo orgulho em obedecer aos superiores. (Observe Lucas 7:8), Jesus, como o perfeito Servo disse: “Não como eu quero, mas como Tu queres”, referindo-se ao Grande Ser em comando. (Mat 26:39). Comparou o fato de fazer a vontade de Deus a um manjar que O satisfazia mais do que o alimento para o corpo.(João 4:30-34) Oh! que tenhamos o desejo ardente de ser obediente de maneira semelhante!

D – O Símbolo da Cura Divina é o “CÁLICE” (I Cor 10:16)

E – Este aspecto é também simbolizado na bandeira da Igreja do Evangelho Quadrangular pela cor azul, a cor do céu, de onde vem a “CURA DIVINA”.

Top